Search

Doenças Comuns no Pastor Alemão

Pastor Alemão

Doenças Comuns no Pastor Alemão: Prevenção e Tratamento

O Pastor Alemão é uma das raças de cães mais admiradas no mundo. Conhecidos por sua inteligência, lealdade e habilidades de trabalho, esses cães são amplamente utilizados em serviços de segurança, resgate e como animais de estimação. No entanto, como qualquer raça, os Pastores Alemães estão predispostos a certas doenças. Compreender essas condições e como preveni-las ou tratá-las é essencial para garantir a saúde e o bem-estar desses animais notáveis.

Displasia Coxofemoral

A displasia coxofemoral é uma doença genética comum em Pastores Alemães que afeta a articulação do quadril. Essa condição ocorre quando a cavidade do quadril e a cabeça do fêmur não se encaixam corretamente, causando dor, claudicação e, eventualmente, artrite.

Sintomas:

  • Dificuldade em levantar-se ou deitar-se
  • Claudicação ou mancar
  • Relutância em subir escadas ou correr
  • Diminuição da atividade física

Prevenção e Tratamento: Embora a displasia coxofemoral seja uma condição genética, uma dieta balanceada e o controle de peso podem ajudar a reduzir a gravidade dos sintomas. Exercícios regulares e de baixo impacto, como natação, são recomendados. O tratamento pode incluir medicação para a dor, fisioterapia e, em casos graves, cirurgia.

Displasia de Cotovelo

A displasia de cotovelo é outra condição ortopédica comum em Pastores Alemães, caracterizada pelo desenvolvimento anormal da articulação do cotovelo. Essa condição pode levar à dor crônica e claudicação.

Sintomas:

  • Claudicação nas patas dianteiras
  • Inchaço nas articulações dos cotovelos
  • Dificuldade em movimentar-se após o exercício

Prevenção e Tratamento: O manejo da displasia de cotovelo inclui controle de peso, exercícios de baixo impacto e fisioterapia. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos para aliviar a dor. Em alguns casos, a cirurgia pode ser necessária.

 

Pastor Alemão
Pastor Alemão

 

Mielopatia Degenerativa

A mielopatia degenerativa é uma doença neurológica progressiva que afeta a medula espinhal dos Pastores Alemães. Esta condição é semelhante à esclerose lateral amiotrófica (ELA) em humanos e leva à perda de coordenação e, eventualmente, à paralisia.

Sintomas:

  • Fraqueza nas patas traseiras
  • Dificuldade em levantar-se
  • Arrastar as patas traseiras
  • Perda de coordenação

Prevenção e Tratamento: Infelizmente, não há cura para a mielopatia degenerativa. O tratamento é paliativo e visa melhorar a qualidade de vida do cão. Isso pode incluir fisioterapia, exercícios específicos e dispositivos de apoio para a mobilidade.

Torção Gástrica (Dilatação Volvulus Gástrica)

A torção gástrica, também conhecida como dilatação-volvulus gástrica (DVG), é uma condição potencialmente fatal que afeta principalmente raças de cães grandes e de peito profundo, como o Pastor Alemão. O estômago do cão se enche de gás e pode torcer-se, interrompendo o fluxo sanguíneo.

Sintomas:

  • Abdômen inchado
  • Salivação excessiva
  • Tentativas infrutíferas de vomitar
  • Inquietação e desconforto

Prevenção e Tratamento: A alimentação em pequenas porções ao longo do dia e evitar exercícios intensos após as refeições pode ajudar a prevenir a DVG. Em casos de emergência, a cirurgia é necessária para descomprimir o estômago e reposicionar os órgãos.

Panosteíte

A panosteíte, também conhecida como “doença da dor em crescimento”, é uma condição inflamatória que afeta os ossos longos dos cães jovens, especialmente os Pastores Alemães.

Sintomas:

  • Claudicação intermitente que pode mudar de pata
  • Dor ao tocar os ossos longos
  • Perda de apetite
  • Febre

Prevenção e Tratamento: A panosteíte é uma condição autolimitante que geralmente desaparece à medida que o cão amadurece. O manejo da dor pode incluir analgésicos e anti-inflamatórios prescritos pelo veterinário.

Dermatite e Alergias de Pele

Os Pastores Alemães são predispostos a várias condições de pele, incluindo dermatites e alergias. Estas podem ser causadas por fatores ambientais, alimentares ou parasitários.

Sintomas:

  • Coceira intensa
  • Vermelhidão e inflamação da pele
  • Perda de pelo
  • Infecções secundárias devido ao coçar excessivo

Prevenção e Tratamento: A identificação e eliminação do alérgeno são essenciais para o manejo das alergias. Isso pode incluir mudanças na dieta, controle de pulgas e ácaros, e o uso de shampoos medicinais. Em casos graves, medicamentos imunossupressores podem ser necessários.

Insuficiência Pancreática Exócrina (IPE)

A insuficiência pancreática exócrina é uma condição em que o pâncreas do cão não produz enzimas digestivas suficientes, levando à má absorção de nutrientes.

Sintomas:

  • Perda de peso apesar de apetite normal ou aumentado
  • Fezes volumosas e malcheirosas
  • Diarreia
  • Fraqueza geral

Prevenção e Tratamento: O tratamento da IPE envolve a suplementação enzimática na dieta do cão. A dieta também pode ser ajustada para incluir alimentos de fácil digestão e ricos em nutrientes.

Hemofilia

A hemofilia é um distúrbio genético da coagulação do sangue que pode afetar os Pastores Alemães. Cães com hemofilia têm dificuldade em formar coágulos sanguíneos, o que pode levar a sangramentos excessivos.

Sintomas:

  • Hematomas fáceis
  • Sangramento excessivo após lesões ou cirurgias
  • Sangramento nasal
  • Sangue na urina ou nas fezes

Prevenção e Tratamento: Não há cura para a hemofilia, mas o manejo cuidadoso pode ajudar a prevenir complicações. Evitar traumas e monitorar de perto o cão para sinais de sangramento é crucial. Em casos de emergência, transfusões de sangue podem ser necessárias.

Pastor Alemão
Pastor Alemão

 

Conclusão: Doenças Comuns no Pastor Alemão

Cuidar de um Pastor Alemão envolve atenção especial à sua saúde, dado o risco de várias doenças genéticas e adquiridas. A prevenção através de exames regulares, dieta adequada, controle de peso e exercícios apropriados é fundamental. Consultar um veterinário ao primeiro sinal de problemas de saúde pode fazer uma diferença significativa na qualidade de vida e longevidade desses cães extraordinários. Através de cuidados diligentes, os Pastores Alemães podem viver vidas longas, saudáveis e felizes, continuando a ser companheiros leais e dedicados.

 

Obrigado pela vista, conheça também nossos outros trabalhos

 

https://vettopbr.com/cachorros/

 

https://vettopbr.com/gatos

 

http://abelhando.eco.br

 

 

Compartilhe:

Leia Mais

Próximo post

Categorias